Você está adotando a abordagem omnicanal? Don’t Leave $1.5 Trillion Behind
 
Avatar de Chris HutchinsPor: Chris Hutchins
15 de abril de 2015

Você está adotando a abordagem omnicanal? Não deixe US$ 1,5 trilhão para trás

O varejo omnicanal está recebendo bastante atenção da mídia americana. Mas poucos estão falando sobre um mercado nacional que está preparado para o omnicanal: os hispânicos dos EUA.

 

Examine as grandes mudanças de varejistas como Target, Best Buy e Walmart e você verá empresas de vanguarda adotando totalmente o varejo "omnicanal". Essa estratégia transfere sabiamente o enfoque do compromisso e do comércio para as preferências de compra dos clientes, tudo isso no ambiente em que eles se sentem mais à vontade para fazer as transações, seja na loja, on-line ou em aplicativos.

Essa abordagem centrada no cliente maximiza os canais estabelecidos, como lojas físicas, sites de comércio eletrônico e iniciativas híbridas nas quais você "compra on-line e retira na loja". Mas agora a abordagem omnicanal também aproveita a influência de aplicativos móveis da web e de smartphones. Esta é uma jogada inteligente e inovadora, se considerarmos que o tráfego em sites móveis ultrapassou expressivamente o da web em desktops no ano passado.

Lançar e manter um esforço omnicanal exige paciência (já que leva tempo para que os canais sejam sincronizados e ofereçam retorno sobre o investimento), mas até mesmo os varejistas que enfrentaram desafios se comprometem a implementá-lo adequadamente. Segundo uma pesquisa da JDA, uma provedora de soluções para a cadeia de fornecimento, a maioria dos executivos acredita que a execução omnicanal seja um aspecto essencial do crescimento. Setenta e um por cento dos CEOs entrevistados consideram esta uma prioridade "alta" ou "fundamental". Este ano, quase 30% dos gastos deles serão destinados ao aprimoramento dessa abordagem.

De fato, a notável iniciativa "física e móvel" da Target pode revelar o caminho para o setor. A empresa certamente entende a função cada vez mais poderosa que a mobilidade está exercendo nas compras on-line e na loja. Em uma convenção de varejistas em fevereiro, Jamil Ghani da Target afirmou o seguinte:

"Esta é uma grande mudança de patamar", disse o vice-presidente de Estratégia Empresarial. "Ela exige uma visão holística sobre a experiência dos clientes... Estamos oferecendo compras sob demanda que tornam indistintos os limites entre as lojas e a mobilidade."

É uma atitude sábia capitalizar nessas linhas indistintas, especialmente se considerarmos que 75% dos compradores navegam na web móvel durante a experiência de compra nas lojas físicas. Surpreendentemente, 25% desses compradores fazem suas compras em dispositivos móveis enquanto estão na loja. Certamente, a Target não é a única loja a observar uma "euforia móvel". A varejista de produtos de beleza Bed Bath & Beyond viu as encomendas móveis dobrarem em relação ao ano anterior, com um crescimento superior a 40% nas vendas de comércio eletrônico.

No entanto, com tanta atenção da mídia e do setor sobre o varejo omnicanal nos EUA, é fácil deixar de perceber um mercado doméstico massivo que adotou a mobilidade mais calorosamente que qualquer outro: os hispânicos que vivem nos EUA.

Atualmente, os habitantes dos EUA que falam espanhol representam um poder de compra de US$ 1,5 trilhão (até 50% desde 2010). Os hispânicos são líderes em adoção de novos dispositivos digitais no país e são considerados "usuários avançados" de dispositivos móveis pela pesquisa do Google. De fato, os analistas consideram os hispânicos como um mercado de "supremacia móvel".

De acordo com dados publicados pela Experian Marketing Services, quase metade dos hispânicos que possuem smartphones apresentam uma utilização on-line predominantemente móvel (preferindo os celulares em vez de computadores desktop). Esse é um aumento significativo em comparação aos 38% de não hispânicos.

Esse mercado já existe, já tem suas inclinações e está pronto para comprar. Mas, a sua experiência de varejo omnicanal está falando a língua escolhida por eles?

A perspectiva da MotionPoint

Os varejistas não devem ignorar a convergência notável do varejo omnicanal e o mercado conectado, experiente em mobilidade e cada vez mais afluente de hispânicos dos EUA.

A MotionPoint trabalha de perto com seus clientes (e futuros clientes) para ajudá-los a entender essa tendência revolucionária. Essas organizações estão ouvindo os clientes hispânicos e interagindo com eles por meio do lançamento de sites móveis em espanhol. Como frequentemente são versões móveis amigáveis dos sites existentes para desktop em espanhol (que a MotionPoint otimizou usando um conjunto de tecnologias proprietárias orientadas por resultados), eles não são caros de implementar.

Esses clientes veem resultados imediatos e estão conquistando mais confiança na marca entre os hispânicos – e mais receita – que nunca. Um cliente relatou aumentos de 481% na receita mensal quando a MotionPoint lançou e otimizou seu site móvel em espanhol.

Poucas semanas depois que a MotionPoint ajudou outro cliente a lançar seu site móvel em espanhol, o tráfego total desse site da empresa (em desktops e dispositivos móveis) aumentou a uma taxa impressionante de 80%.

Durante esse período, a receita vinda de usuários móveis que falam espanhol aumentou 363%. Com base na receita que o site móvel em espanhol já gerou, o cliente projeta gerar em receita 379 vezes mais que o custo anual usando a MotionPoint. Na verdade, o custo total anual da solução móvel da MotionPoint é inferior à receita que o cliente gera com o site móvel em um dia.

Isso é muito poderoso e está ao alcance dos varejistas. Novamente, observe empresas como Target e Macy's e você verá líderes progressivos do setor "dobrando" o faturamento com a interação com hispânicos dos EUA no idioma preferido por eles.

Obviamente, as oportunidades de interação com outros mercados por meio de esforços omnicanais em outros idiomas transcendem as fronteiras dos EUA. Recentemente, as compras on-line que são retiradas na loja ofuscaram as entregas em domicílio para um varejista conhecido do Reino Unido.

As experiências de varejo omnicanal em outros idiomas são especialmente ressonantes e eficazes em mercados emergentes como a China. Mostramos recentemente como os varejistas podem interagir melhor com esses mercados, que, muito provavelmente, já estão fazendo compras em sites de comércio eletrônico de varejistas dos EUA.

Equipados com uma estratégia de varejo omnicanal global e soluções de execução que podem atingir clientes domésticos e internacionais, varejistas e marcas podem vender mais para mais clientes, independentemente da localização ou do dispositivo usado.

Sua organização está ávida para interagir com hispânicos dos EUA e outros mercados de todo o mundo por meio de experiências móveis on-line e omnicanal? Fale conosco. A solução da MotionPoint pode aprimorar e expandir seus esforços de varejo móvel, on-line e off-line.

 

Chris Hutchins

Especialista em comunicações de marketing

Chris Hutchins helps produce MotionPoint's marketing and sales materials.

 

Sobre a MotionPoint

A MotionPoint ajuda marcas de nível internacional a crescer por meio da interação e do enriquecimento das vidas dos novos clientes em mercados do mundo todo.

Muito mais que o serviço de tradução de websites mais eficiente do mundo, a plataforma pronta para o uso da MotionPoint combina tecnologia inovadora, big data, traduções de nível mundial e profunda especialização em marketing internacional. A abordagem da MotionPoint assegura a qualidade, a segurança e a escalabilidade necessárias para que você tenha sucesso em um mercado global cada vez mais competitivo, seja on-line ou off-line.

 

A plataforma líder mundial de globalização corporativa

Fale conosco