Dar autonomia aos usuários é essencial para aumentar o valor e as conversões globais do site
 
Avatar de Blas GiffuniPor: Blas Giffuni
01 de outubro de 2015

Dar autonomia aos usuários é essencial para aumentar o valor e as conversões globais do site

Como as empresas podem informar eficazmente aos clientes internacionais que existe agora uma versão localizada para seu mercado? A MotionPoint descobriu que o segredo era colocar as necessidades dos clientes acima de tudo.

 

Conforme a Internet evoluiu, o mesmo aconteceu com as empresas. Atualmente, empresas inteligentes entendem que a web é a maneira mais rápida e econômica de alcançar novos clientes em novos mercados globais, usando os idiomas preferidos desses mercados.

No entanto, essa estratégia também trouxe novos desafios. Um deles é como informar aos visitantes do website do mercado principal de uma empresa (frequentemente em inglês) que agora existe uma versão localizada no idioma preferencial deles, que pode ser facilmente acessada.

Isso é mais difícil do que parece, e muitas soluções foram propostas ao longo dos anos. No entanto, pouquíssimas consideram a experiência e o idioma do visitante do website. Isso é um diferenciador, como será demonstrado logo mais. As soluções que atendem a essas necessidades podem exercer um papel central na geração de mais envolvimento e receita.

A abordagem do "link para o idioma"

No início da localização de websites, muitas empresas acreditavam que simplesmente adicionar um hiperlink na página inicial que enviasse os usuários a um site localizado seria suficiente para gerar tráfego e interesse. Os usuários internacionais procurariam esse link, concluíam as empresas, e poderiam interagir imediatamente depois de encontrá-lo.

Em alguns casos, elas estavam certas. Mas nem sempre.

Por mais de cinco anos, a MotionPoint fez testes intensivos de facilidade de uso em vários de seus sites localizados. Usando dados exclusivos, ela determinou que:

  • Se o usuário soubesse que o website estava disponível em outro idioma…
  • E um hiperlink para o site localizado estivesse próximo ao canto superior direito da tela…

...o usuário levaria de 1 a 5 segundos para encontrar o link e clicar nele. Isso não é exatamente intuitivo, especialmente porque o usuário já teria que saber que havia um site localizado. Novamente, isso é melhor que nada.

No entanto, nem todas as empresas adotaram esse método de "link para o idioma". Em vez disso, muitas organizações disponibilizaram um link próximo ao rodapé do website. Nesse caso, os usuários levavam mais de 30 segundos para encontrá-lo.

Determinamos que, se os clientes não acessassem o site em inglês em busca de uma experiência localizada, eles sequer visitariam o site localizado.

Esse tipo de taxa de perda de usuários é ruim para os negócios.

As abordagens de localização geográfica e de "porta de entrada global"

Uma solução alternativa é usar a tecnologia de localização geográfica para determinar o país de origem do usuário e, então, direcioná-lo automaticamente para o website localizado "correto". Essa abordagem forçada certamente gera tráfego para os sites localizados, mas aliena os usuários ao eliminar a escolha.

Igualmente importante, os resultados podem não ser precisos, especialmente em mercados internacionais com demografias linguísticas diversas, como Hong Kong, Bélgica, Suíça, Canadá e outros.

A pesquisa de facilidade de uso do 2º trim. de 2015 da MotionPoint sobre um grande site de varejo britânico revelou que quase 20% de todos os usuários que eram automaticamente direcionados a um site localizado com base na localização geográfica preferiam uma opção de localização diferente. (Os usuários alemães formavam o principal grupo desse estudo; 23% modificaram imediatamente o idioma e a moeda padrão).

Às vezes, empresas multinacionais usam uma abordagem diferente. Elas criam uma página inicial – conhecida como "porta de entrada global" – que permite aos usuários escolher as próprias experiências localizadas.

Embora dê autonomia, essa solução gera complexidades desnecessárias que podem desviar os usuários. Obrigar os usuários a sempre iniciar em uma porta de entrada global não é elegante, assim como fazer com que eles escolham opções dentre uma longa lista de países, mercados, idiomas, moedas, conformidade etc.

A abordagem ideal

Esta pesquisa (e muitos outros fatores) nos ajudou a descobrir outra opção; a melhor de todas segundo nossa avaliação.

A solução exclusiva da MotionPoint examina os principais comportamentos de um visitante e, em seguida, deduz com inteligência se o usuário poderia se beneficiar de uma experiência localizada. Em caso afirmativo, ela apresenta uma sugestão para que o usuário acesse o site local. Quando o usuário confirma a escolha, ele é enviado ao site localizado. O usuário também pode escolher outra opção de localização, caso ela exista.

Simples assim. A solução da MotionPoint não força o usuário a uma experiência que ele não deseja e não o obriga a procurar um hiperlink para ter a experiência ideal.

Os clientes da MotionPoint que usam essa abordagem já observaram um aumento de 83% no tráfego.

Por mais impressionante que esse número seja, isso já era esperado. Afinal, os usuários são imediatamente informados sobre o website alternativo e veem uma forma intuitiva de vivenciá-lo. No entanto, ficamos razoavelmente surpresos com o crescimento de receita dos clientes que usaram essa abordagem. O crescimento médio da receita atingiu os 109%.

O impacto é ainda maior quando analisamos a participação no mercado de um setor. Por exemplo, os clientes da MotionPoint que visavam falantes de espanhol – e seguiram essas melhores práticas de seleção de idioma – observaram um crescimento de mercado de 123% no primeiro ano, em comparação aos meros 11% das empresas que apenas colocaram um link no respectivo site.

Após três anos, esses clientes bem-sucedidos alcançaram uma taxa de crescimento total de 160%, enquanto os que não ofereceram uma solução intuitiva cresceram apenas 17%.

Em resumo

Conclusão: para realmente otimizar a experiência do usuário e conseguir o valor máximo da experiência de usuário global da sua empresa, elimine os obstáculos desnecessários para seus clientes.

Se a estratégia de marca da sua empresa pretender alcançar novos mercados internacionais, deixe claro para esses públicos que você está preparado e satisfeito em servi-los. Quando essa mensagem for claramente apresentada e os usuários souberem que podem confiar no seu site, eles impulsionarão o crescimento exponencial da sua marca naquele mercado.

 

Blas Giffuni

Diretor de crescimento global

Blas Giffuni é um profissional de marketing, designer gráfico e empresário colombiano com mais de 10 anos de experiência em estratégia digital. Desde 2008, Blas ajuda a desenvolver os processos e as tecnologias da MotionPoint para aprimorar a SEO internacional e as experiências dos usuários dos websites locais. Como diretor de crescimento global, Blas lidera agora uma equipe de estrategistas on-line globais que criam e executam estratégias digitais para os clientes da MotionPoint.

 

Sobre a MotionPoint

A MotionPoint ajuda marcas de nível internacional a crescer por meio da interação e do enriquecimento das vidas dos novos clientes em mercados do mundo todo.

Muito mais que o serviço de tradução de websites mais eficiente do mundo, a plataforma pronta para o uso da MotionPoint combina tecnologia inovadora, big data, traduções de nível mundial e profunda especialização em marketing internacional. A abordagem da MotionPoint assegura a qualidade, a segurança e a escalabilidade necessárias para que você tenha sucesso em um mercado global cada vez mais competitivo, seja on-line ou off-line.

 

A plataforma líder mundial de globalização corporativa

Fale conosco