Cinco ingredientes fundamentais para lançar um site de comércio eletrônico global com sucesso
 
Avatar de Chris HutchinsPor: Chris Hutchins
12 de agosto de 2015

Cinco ingredientes fundamentais para lançar um site de comércio eletrônico global com sucesso

Veja aqui algumas dicas a considerar ao expandir seus negócios on-line para novos mercados, comunicar-se com clientes internacionais e atender seus pedidos além das fronteiras.

 

A Internet revolucionou as empresas internacionais de modo inédito e avançado. As empresas estão descobrindo que o "alcance global" em seus esforços de comércio eletrônico gera um impacto imediato e sustentável no aumento de clientes e lucros.

Porém, para empresas que ainda estão em cima do muro quanto à respectiva presença de comércio eletrônico on-line ou que acabaram de começar a buscar clientes globais, essa tarefa pode parecer opressiva ou repleta de riscos.

Mas não há o que temer. Veja aqui algumas dicas "obrigatórias" de sobrevivência que devem ser consideradas na expansão dos seus negócios on-line para novos mercados, na comunicação com clientes internacionais e no atendimento de pedidos vindos de outros países.

N° 1: checkout e remessa

Antes de mergulhar no lançamento do seu site de comércio eletrônico em novos mercados internacionais, avalie seu processo de atendimento de pedidos. Você deverá ajustá-lo para acomodar os clientes globais conforme necessário.

Por exemplo, você deverá oferecer opções de remessa aos novos mercados. Portanto, pesquise as opções que estão disponíveis. Considere fatores como o valor, o tamanho e o peso médio dos pedidos em relação aos custos de remessa. A remessa rápida para regiões muito distantes do mundo pode ser cara. Porém, com os métodos mais econômicos, a remessa poderá demorar muito para chegar.

Lembre-se também de oferecer formulários de endereços de remessa locais, personalizados para refletir o formato de endereço de cada país. Até mesmo os campos de nome podem precisar personalização.

N° 2: informações de contato e suporte localizados

Sua empresa oferece atendimento ao cliente em forma de e-mails, chamadas telefônicas ou formulários de contato? Caso ofereça, prepare-se para disponibilizar essas mesmas oportunidades de ouvir a opinião do cliente também nos respectivos idiomas dos novos mercados globais.

Isso significa traduzir correspondências por e-mail, disponibilizar números de telefone de atendimento ao cliente nos mercados globais (ou montar uma equipe capaz de receber essas chamadas ou contatar os clientes no idioma deles) e ter formulários de contato apropriados para o novo mercado pretendido.

Isso pode significar usar formulários de contato que sejam personalizados para os formatos de endereço locais ou ter formulários que exijam o preenchimento de um número mínimo de campos.

"Os moradores de algumas culturas, principalmente as asiáticas, como Taiwan e Japão, não gostam de oferecer muitas informações pessoais às empresas", explica Victoria Bloyer, uma analista on-line global da equipe de crescimento global da MotionPoint. "Eles podem achar que os formulários de contato ao estilo ocidental são invasivos, pois normalmente pedem mais informações pessoais que o padrão local."

N° 3: tradução e conscientização de clientes

Outro "fator obrigatório" é a tradução do idioma. Quando traduzido por profissionais de nível mundial, o conteúdo do seu site repercutirá no mercado pretendido de um modo que outras soluções (como tradução por máquina ou profissionais de baixa qualidade) simplesmente não podem oferecer.

No entanto, descobrimos que para ter sucesso prolongado, um website internacional deve ir além da tradução. Afinal, depois que o site estiver disponível no idioma, sua empresa deverá garantir que os novos clientes saibam da sua existência.

"Por exemplo, seu site deve indicar mecanismos de busca para os quais existam versões internacionais do site – em idiomas alternativos", afirma Victoria. "Isso ajuda os mecanismos de busca a apresentar resultados de busca indispensáveis, que sejam mais relevantes às preferências de idioma do usuário e ao local em que ele vive."

Além disso, a experiência de usuário do cliente é fundamental. Por exemplo, considere estas perguntas:

  1. Os compradores devem perder tempo procurando por todo canto da página um botão "Alternar" que ative o website traduzido? Isso afasta os usuários.
  2. Em vez disso, eles não poderiam ser redirecionados com facilidade e elegância para um site que os atenda melhor, no próprio país e no idioma preferencial deles? Essa prática recomendada melhora expressivamente o tráfego, as conversões e a receita de um site (em até 157%, 17% e mais de 300% respectivamente, segundo nossas análises).

A tradução é certamente uma arte, mas empresas inteligentes (ou seus parceiros de tradução de websites) podem também aplicar ciência a esse processo para impulsionar ainda mais o desempenho de um website. Análises orientadas por dados críticos, como testes A/B, avaliações de tráfego e interação e muito mais, podem identificar formas de otimizar as traduções do site localizado, a experiência do usuário e o canal de conversão.

Essa abordagem também amplia os esforços de SEO do site. Priorizar a identificação e a tradução correta de palavras-chave fará com que o conteúdo do site seja perfeito para SEO, aumentando as classificações do site nos mecanismos de busca regionais.

"A tradução de URLs também é importante", diz Victoria. "Essa otimização também aprimora as classificações em mecanismos de busca. Os usuários terão também uma compreensão melhor de onde estão enquanto navegam pelo site."

N° 4: opções de pagamento localizadas

Embora muitas empresas (especialmente no Ocidente) acreditem que os cartões de crédito e o PayPal sejam a lingua franca dos pagamentos do comércio eletrônico global, existem muitas outras opções de pagamento e plataformas pelo mundo que representam a preferência de milhões de clientes. Se esses clientes não virem as opções de pagamento prediletas, eles não farão transações.

Por exemplo, em muitos países, transferências bancárias, boletos, carteiras eletrônicas e pagamentos em dinheiro na entrega são mais usados que os cartões de crédito.

Pense no Japão. Lá, as pessoas preferem muito mais pagar em dinheiro. Segundo a empresa CyberSource de administração de pagamentos, metade dos consumidores japoneses usa cartões de crédito para fazer compras on-line, mas quase 20% preferem pagar em dinheiro na entrega. Além disso, 15% preferem fazer transferência no banco ou no correio, e 11% preferem pagar em lojas de conveniência.

"Essas opções permitem que os compradores japoneses evitem os riscos envolvidos no uso de cartões de crédito", afirma Victoria, "como fraude ou roubo de identidade."

De fato, o provedor de serviços de pagamentos globais Digital River alertou recentemente para o fato de que as empresas que aceitam exclusivamente cartões de crédito fazem isso por conta e risco próprios. Isso pode reduzir as vendas a apenas 20% do que poderia ser gerado de outra forma, caso tipos de pagamento locais fossem aceitos. Impressionante, não?

As empresas devem considerar também as formas de moeda a serem aceitas e como lidar com a conversão de moedas.

N° 5: campanhas de venda localizadas

Campanhas promocionais, como descontos e remessas grátis ou reduzidas, contribuem absolutamente para o sucesso de um site de comércio eletrônico. As empresas podem aproveitar essas táticas poderosas também para seus mercados internacionais.

No entanto, é importante considerar as nuances dessas culturas internacionais.

"Dias e feriados importantes no Ocidente são, às vezes, nada mais que um dia normal em outras regiões", diz Victoria. "Pesquise os feriados em que as pessoas viajam ou dão presentes e, consequentemente, aqueles em que as pessoas fazem menos compras. Sincronize estrategicamente suas vendas importantes com esses períodos."

Todos os dias, a MotionPoint lança e otimiza sites localizados com essas melhores práticas de comércio eletrônico internacional. Saiba mais sobre nosso processo ou fale conosco para descobrir como podemos ajudar sua empresa a conquistar o Crescimento Global. Rápido.

 

Chris Hutchins

Especialista em comunicações de marketing

Chris Hutchins helps produce MotionPoint's marketing and sales materials.

 

Sobre a MotionPoint

A MotionPoint ajuda marcas de nível internacional a crescer por meio da interação e do enriquecimento das vidas dos novos clientes em mercados do mundo todo.

Muito mais que o serviço de tradução de websites mais eficiente do mundo, a plataforma pronta para o uso da MotionPoint combina tecnologia inovadora, big data, traduções de nível mundial e profunda especialização em marketing internacional. A abordagem da MotionPoint assegura a qualidade, a segurança e a escalabilidade necessárias para que você tenha sucesso em um mercado global cada vez mais competitivo, seja on-line ou off-line.

 

A plataforma líder mundial de globalização corporativa

Fale conosco