Plugin e API do Google Translate: são suficientes?

Veja como a tradução automática do Google pode tornar o impacto de seu website multilíngue praticamente invisível.

Avatar de Craig Witt
Craig Witt

20 de junho de 2018

LEITURA DE 3 MIN.

O Google Translate é uma ferramenta popular, e por boas razões.

É grátis, tornando-a acessível para muitas empresas. E está prontamente disponível com apenas alguns cliques, então pode parecer uma maneira fácil e simples de traduzir seu conteúdo on-line para os clientes globais.

O Google Translate oferece duas opções para as empresas traduzirem websites: um plugin e uma API.

Mas antes de confiar nessas ferramentas para algo tão vital quanto sua presença on-line, é melhor considerar as deficiências potencialmente críticas do Google Translate antes de usar qualquer uma de suas soluções de tradução.

O plugin do Google Translate

O Google Translate alega que seu plugin é uma maneira fácil de apresentar seu website em outros idiomas para visitantes globais. Eles dizem que basta adicionar o plugin ao back-end de seu website (ou adicionar snippets de código às páginas relevantes) e pronto, seu site é instantaneamente traduzido.

Não é tão simples assim. Mesmo sem considerar as traduções imprecisas do Google Translate - uma grande desvantagem de tradução totalmente automática - essa abordagem na verdade não oferece um website traduzido.

Como o conteúdo é obtido pelo plugin e não é efetivamente substituído e colocado em um site ou servidor dedicado, não há como realmente acompanhar o desempenho desse conteúdo. Portanto, nem pense em aproveitar suas ferramentas analíticas de marketing robustas para ver se o seu website localizado está gerando conversões. Você também não terá nenhuma visibilidade para saber se o seu conteúdo está tendo repercussão entre seus públicos globais. Soluções de plugin como esta não mostrarão o desempenho de conteúdo ou páginas traduzidas em nenhum lugar.

E como não há lugar permanente para o conteúdo traduzido em seu site, os mecanismos de busca não poderão rastrear, encontrar e classificar esse conteúdo em mecanismos de busca locais e regionais. (Isso inclui os principais mecanismos, como o próprio Google). Você já gasta muito tempo e esforço em SEO, mas ao usar o Google Translate, esse trabalho não será transferido para nenhum de seus sites multilíngues.

Se você está tentando demonstrar o impacto de seu investimento em tradução do site nos seus resultados, os plug-ins de tradução deixam muito a desejar.

A API do Google Translate

O Google também oferece uma API de tradução que as equipes de tecnologia podem integrar nos websites para fornecer tradução de conteúdo.

Isso é útil, contanto que você tenha os recursos tecnológicos para implementar essa solução. Mesmo assim, não é à prova de erros.

Veja por quê: parte do valor da tradução de websites é a comunicação da voz, da personalidade e da proposta de valor de sua marca para novos públicos de mercados globais. Mas se você confia exclusivamente em tradução automática para realizar a tarefa, grande parte das nuances não será refletida.

As traduções feitas usando API não se ajustam em termos de idiossincrasias nem podem aplicar variações de linguagem, expressões idiomáticas ou vocabulário que podem ser exclusivas de mercados locais. As traduções resultantes podem ser monótonas, repetitivas e estranhas - ou simplesmente imprecisas. Isso dá aos usuários globais a ideia de que você realmente não valoriza o tempo e a atenção deles.

Os bons profissionais de marketing de conteúdo também sabem a importância de avaliar as diferenças sutis de expressões idiomáticas e frases que podem impulsionar engajamento e conversões. As soluções de tradução com API não permitem testes de personalização e variação, e não oferecem às equipes a oportunidade de mudar e ajustar o conteúdo que apoia a jornada do cliente.

As soluções rígidas resultam em conteúdo rígido. Essa é a última coisa de que você precisa quando está tentando criar uma versão autêntica de sua marca, que tenha repercussão entre clientes internacionais e um website multilíngue que gere um retorno sobre seu investimento.

Há alternativas

A boa notícia é que há maneiras melhores de abordar a tradução de websites e monitorar seus resultados positivos.

Procure parceiros que possam combinar as melhores tecnologias de tradução automática com especialização humana e que possam garantir não apenas a qualidade da tradução, mas também suporte e estratégia contínuos para sua presença digital global. Essas soluções também devem manter os custos gerenciáveis e a complexidade ao mínimo.

Os melhores parceiros de tradução de websites também podem criar sites multilíngues que sejam totalmente indexáveis, otimizados para pesquisas e facilmente integrados em soluções analíticas para avaliar o desempenho do site e do conteúdo.

O investimento em um website multilíngue não é baixo, portanto vale a pena encontrar uma solução e um parceiro de tradução que possam abordar o desafio holisticamente e fornecer resultados confiáveis em longo prazo para seus negócios globais.

Avatar de Craig Witt
Craig Witt

20 de junho de 2018

LEITURA DE 3 MIN.