Traduções amadoras são prejudiciais à sua marca

Quando utiliza equipas locais de marketing, vendas e engenharia, como tradutores de websites, coloca a sua marca em risco.

Avatar de Craig Witt
Craig Witt

22 de fevereiro de 2018

LEITURA DE 3 MIN.

Para empresas que entram em novos mercados mundiais online, aconscientização da marca é um componente crítico para o sucesso. Mesmos que os clientes, parceiros e investidores locais reconheçam a sua marca, provavelmente não conhecem detalhes como:

  • A sua missão, visão e história
  • Posicionamento competitivo
  • Identidade empresarial
  • Nomes de produtos e programas
  • Slogans e motes

Seja profissional ou fique em casa

A familiarização de um novo mercado com a sua marca geralmente começa com o lançamento de um website no idioma preferido desse mercado. Tal requer a tradução de conteúdo da Web, que pode incluir textos, imagens, aplicações, feeds de terceiros e outros.

A tradução de websites é mais complicada do que parece e pode apresentar riscos ocultos à precisão e consistência de sua marca. Normalmente, isto acontece quando as empresas utilizam pessoal de marketing, vendas e engenharia, como tradutores.

Utilizam esses funcionários porque é mais fácil, mais rápido e mais barato do que contratar tradutores profissionais.

A localização na Web é mais arriscada e mais complexa do que parece. Profissionais de marketing e engenheiros locais não são os tradutores ideais.

Poupanças

Normalmente, os gestores no país, os funcionários de vendas e de TI são fluentes no idioma local, mas raramente têm experiência em tradução profissional. A especialização deles é noutros aspetos dos seus negócios, não em marketing ou branding.

Veja o que pode acontecer quando utiliza funcionários locais como tradutores:

Mensagem incompatível com a marca

A consistência em idiomas e canais depende da adesão a um conjunto de diretrizes relativas ao tom, à voz e à mensagem. Não profissionais podem não estar familiarizados com as diretrizes da marca e podem fazer escolhas de palavras que não seguem diretrizes de estilo e prejudicam a integridade da mesma.

Incoerência entre estilo e terminologia

Se diferentes membros da equipa foram utilizados para o trabalho de tradução, será inevitável que as preferências, formações e conhecimento deles levem a incoerências no website. A mistura de estilos ou terminologia pode afetar a uniformidade da marca e causar confusão para os visitantes do website.

Falta de alinhamento com o objetivo

Os especialistas em vendas, marketing, TI e produtos têm os seus próprios objetivos em mente para o novo mercado. Podem alterar a mensagem do conteúdo traduzido através de escolhas de palavras ou ênfase no que acreditam ser mais importante. Tal significa que comunicam objetivos diferentes dos encontrados no seu website principal.

A tradução profissional é a melhor opção para manter a consistência da marca e das mensagens. Embora seja tentador utilizar os funcionários existentes, os riscos potenciais para a imagem da sua marca não compensam a redução de custos inicial, particularmente num novo mercado, onde erros de mensagem podem ser críticos.

É tentador utilizar os funcionários existentes como tradutores, mas os clientes dão conta de traduções de qualidade inferior. As economias de curto prazo não valem a pena.

Compromissos na experiência

Da mesma forma que traduções de websites amadoras podem afetar a consistência da marca, um website parcialmente traduzido pode também afetar a imagem da marca. Os clientes podem achar que não se importa suficientemente com eles para apresentar uma experiência rica e totalmente localizada.

A tradução de websites requer fluência técnica, não apenas fluência linguística. Websites são experiências altamente complexas, que carregam conteúdo traduzível de várias bases de dados e fontes de terceiros. Os gestores locais que não estão familiarizados com todos os aspetos de um website ou com as melhores práticas de SEO, geralmente negligenciam conteúdo importante para tradução, como:

  • Metadados
  • Alt-tags para aplicações
  • Texto incorporado em gráficos
  • Conteúdo de terceiros carregado dinamicamente
  • Vídeos

A menos que utilize especialistas técnicos para identificar essas categorias de conteúdo da Web, é provável que alguns elementos sejam ignorados, resultando numa experiência de utilizador comprometida.

A tradução de websites também exige fluência técnica. A sua equipa local pode localizar e traduzir o conteúdo oculto do website?

Causar a melhor impressão

Como diz o ditado, só tem uma oportunidade para causar uma boa primeira impressão. Quando entra num novo mercado, a sua marca e a sua reputação empresarial estão em jogo. Não se pode dar ao luxo de colocar a qualidade, a consistência ou a compreensão da tradução online em risco.

Escolher uma solução baseada na tecnologia com tradução profissional, como proxy pronto a ser utilizado é uma estratégia inteligente. Evita as armadilhas de utilizar os eus gestores locais, que são profissionais com capacidades na própria função, mas não são formados nem preparados para:

  • Aplicar consistentemente os princípios e a orientação de branding
  • Identificar e traduzir elementos e funcionalidades de conteúdo oculto

Ambas as capacidades são essenciais para uma experiência na Web satisfatória e correta da marca, que possa gerar crescimento empresarial e sucesso no novo mercado.

Avatar de Craig Witt
Craig Witt

22 de fevereiro de 2018

LEITURA DE 3 MIN.