Quais são as melhores tecnologias para tradução de websites?

Encontrar a abordagem certa para a tradução do seu website para um público global pode parecer assustador. A solução escolhida deve fazer mais do que apenas expandir o alcance global da sua empresa e otimizar a experiência do cliente no site. Ela também deve funcionar bem com seu sistema de administração de conteúdo (CMS) atual e expandir facilmente para atender a necessidades futuras.

Continue lendo para saber mais sobre as principais abordagens que empresas usam para traduzir seu conteúdo on-line, e compare suas vantagens e desvantagens.

Por que usar uma solução tecnológica específica para traduzir um website?

A tradução de websites é diferente e muito mais complexa do que a tradução de documentos, e exige tecnologias específicas para que seja feita de forma eficiente e eficaz. Agências de tradução tradicionais não são equipadas com a tecnologia ou o conhecimento necessário, resultando, no melhor dos casos, em ineficiências, e no pior, atrasos ou traduções erradas que prejudicam a marca.

Empresas antigas são excelentes com traduções off-line, mas a tradução de websites requer tarefas adicionais que podem tirar seus tradutores de outros projetos e prejudicar seu fluxo de trabalho. Problemas técnicos também são abundantes. Saiba mais sobre as armadilhas em potencial.

Empresas em expansão podem se sentir tentadas a usar serviços de tradução automática gratuitos ou de baixo custo para localizar seus websites globais. Essa parece ser uma solução rápida e barata, mas a tradução automática ainda está longe de ser tão confiável e precisa quanto a tradução feita por humanos. Se você valoriza sua marca, simplesmente não pode confiar a voz, o tom, as mensagens e a imagem da sua empresa a um software de tradução.

Para manter a imagem e a consistência da marca em todos os canais e mercados, a melhor abordagem é traduzir seu website com uma solução baseada em proxy e utilizar integração de API e interfaces para omnicanal.

Saiba mais sobre as deficiências da tradução automática.

As principais abordagens

Existem opções de tradução de websites além da abordagem baseada em proxy. Nós as descreveremos em detalhes aqui, mas se você quiser mais informações sobre elas, confira este livro branco gratuito.

Outras soluções de tradução de websites incluem:

Essas soluções têm vantagens e desvantagens, dependendo das circunstâncias específicas, incluindo:

No entanto, é raro uma solução oferecer uma combinação melhor de facilidade, velocidade e flexibilidade do que uma solução de proxy para tradução de websites em conjunto com a integração de API para omnicanal. Vamos descobrir por quê.

Sites paralelos e microssites

Durante muitos anos, empresas que queriam lançar websites localizados criavam sites autônomos separados totalmente novos para atender mercados globais. Conforme os sites do mercado principal das empresas eram modificados, as equipes precisavam atualizar manualmente os sites localizados com o novo conteúdo traduzido para manter a consistência. Logo as empresas descobriram que essa abordagem era extremamente cara, demorada e difícil de expandir.

Para lidar com o desafio e reduzir o tempo de entrada no mercado e os custos, algumas empresas agora operam microssites localizados para esses mercados. Infelizmente, esses microssites oferecem uma experiência insatisfatória aos clientes locais. Os clientes ficam frustrados por terem que usar um site reduzido com menos funcionalidades e conteúdo.

Quando devo usar microssites?

Embora os usuários tenham experiências melhores (e convertam mais) em sites com mais conteúdo e recursos, microssites podem ser uma opção para algumas empresas em circunstâncias específicas:

Mesmo nesses casos, a melhor solução é criar personalizações de conteúdo a partir de um website central, em vez de replicar totalmente websites separados a partir do zero.

CMS multilíngue

Multilíngue

A maioria dos sistemas de administração de conteúdo agora conta com recursos multilíngues. Isso permite que as empresas lancem novas instâncias de seus websites para mercados globais e que administrem um conteúdo localizado para esses clientes.

Infelizmente, esses não são recursos centrais dos CMS e têm desempenho bastante insatisfatório. Os CMS multilíngues têm fluxos de trabalho de tradução (que administram o processo de tradução) e workbench de tradução (que garante a precisão e consistência da tradução) frágeis. Geralmente, eles também não têm a capacidade de fornecer uma visualização em tempo real de como o conteúdo traduzido aparecerá em uma página da web localizada. Isso é importante, pois o conteúdo traduzido pode ser mais longo do que o esperado e não se ajustar aos modelos da página, resultando em uma experiência de usuário de baixa qualidade.

Além disso, os recursos de CMS multilíngue estão limitados ao conteúdo armazenado no próprio banco de dados do CMS e não podem traduzir algum conteúdo importante que seja carregado dinamicamente de serviços de terceiros. Isso pode incluir plataformas de comércio eletrônico, mecanismos de reserva de passagens, funcionalidades de localização de lojas, soluções de marketing digital e muito mais.

Saiba mais sobre as deficiências dos recursos de CMS multilíngue.

Para compensar esses recursos pouco desenvolvidos, os CMS geralmente usam conectores e API para receber conteúdo traduzido de fornecedores de localização. Esse conteúdo é então integrado à instância localizada do CMS.

Conectores (ou cartuchos) são integrações pré-configuradas. Eles podem ser problemáticos, pois tendem a não funcionar diretamente se o site tiver passado por alguma personalização. Eles exigem desenvolvimento para funcionarem apropriadamente e podem falhar após grandes atualizações no CMS. Eles também o obrigam a usar seu CMS atual, impedindo uma fácil atualização do seu conjunto de tecnologias no futuro.

Os API permitem que sua empresa desenvolva e modifique sua própria interface entre o fornecedor de tradução e seu CMS.

Quando devo usar um CMS para websites multilíngues?

Quando devo fazer o upload manual da tradução para o meu CMS? Usar um CMS com um processo de tradução manual é lento, ineficiente e propenso ao erro. A menos que você tenha um website muito pequeno e simples, não é recomendado usar um CMS com uma agência de tradução.

Quando devo usar um CMS com um conector? Você pode se sentir confortável ao usar um CMS com um conector se tiver confiança no seu CMS e não tiver planos de modificá-lo no futuro. Um conector pode ser uma solução adequada se você:

No panorama atual de marketing multicanal voltado ao mundo digital, é improvável que a estratégia de marketing da sua empresa se adapte a essas exceções.

Quando devo usar um CMS com uma API? Você pode usar um CMS com integração de API se tiver um CMS de alta qualidade e quiser integrar a tradução entre diferentes canais e repositórios de conteúdo, e se tiver uma grande equipe de desenvolvimento capaz de cuidar das suas necessidades de personalização.

Solução baseada em proxy

A facilidade, velocidade e flexibilidade de uma tecnologia de proxy totalmente integral a torna a melhor opção para tradução de websites. Ela pode ser acompanhada por uma API ou outras interfaces para usar as traduções em canais além do website, como material de marketing, e-mails e aplicativos nativos.

Diferentemente de outras soluções que são integradas diretamente com seu conjunto de tecnologias, as soluções baseadas em proxy operam independentemente do seu CMS. Ao operar entre seus clientes globais e os servidores do website do seu mercado principal, ele pode apresentar conteúdo localizado de formas eficientes que eliminam os esforços técnicos e operacionais de sua parte.

Saiba mais sobre a facilidade e os benefícios da abordagem proxy.

As soluções de proxy utilizam o código e o conteúdo traduzível do seu website. Essencialmente, eles reagem em tempo real às interações e solicitações dos seus usuários globais. Quando os usuários clicam em um link ou digitam uma URL no seu site localizado:

Esse processo ocorre instantaneamente, sem atraso perceptível aos usuários finais.

As soluções baseadas em proxy evitam a necessidade de criar e manter websites separados. Elas também incorporam ferramentas de tradução e funcionalidade de administração.

As soluções de proxy integral levam essa tecnologia a um outro nível ao adicionar serviços e recursos que oferecem suporte à automação e minimizam a complexidade operacional.

Soluções de proxy totalmente integral lidam com a tradução, implementação e operações contínuas de websites para acelerar o tempo de entrada no mercado e oferecer suporte à escalabilidade. Elas também lidam facilmente com conteúdo carregado de serviços de terceiros, podendo traduzir qualquer conteúdo em qualquer mídia (ou em aplicações programadas em qualquer linguagem de código) em qualquer idioma, para qualquer mercado.

Quando devo usar um proxy?

Sempre, a menos que você se encaixe em um dos casos muito especiais mencionados na seção CMS multilíngue acima. A solução de proxy é a abordagem mais fácil, rápida e flexível para a tradução de websites. Recomendamos que você escolha a solução de proxy integral mais completa para uso a fim de economizar tempo, dinheiro e esforço, que são melhor empregados para fazer sua empresa crescer no seu mercado principal.

Principais abordagens: uma comparação

Tradução omnicanal

A solução de proxy é ideal para tradução de websites, mas e quanto ao omnicanal?

A integração de API é a melhor abordagem para traduzir conteúdo proveniente de fora da sua página web. É uma solução mais flexível, fácil de gerenciar e oferece mais controle.

Para empresas com grandes equipes de desenvolvimento dedicadas e vastos conjuntos de tecnologia, inclusive um CMS de ponta com recursos multilíngues, é possível usar integração de API para traduzir tudo, inclusive o website.

Mas para a maioria das empresas, a melhor solução é usar o proxy para a tradução de websites e a API para todo o resto.

Para saber mais sobre essas tecnologias, confira este livro branco.

 

Vamos conversar.

Pergunte-nos como podemos ajudar você a crescer em âmbito global e facilmente.

Agende uma conversa